Construindo relacionamentos saudáveis

Como estão os seus relacionamentos? Bom seria se parássemos por alguns instantes para observarmos como estamos nos relacionando, pois, a todo o momento iniciamos novos relacionamentos, sejam eles superficiais ou profundos. Estes últimos, principalmente, impactarão em nossa vida mexendo delicadamente com nossas emoções.

Relacionamentos sadios

Quando estamos inseridos em relacionamentos que nos magoam, machucam e reprimem, ficamos altamente suscetíveis a cair em armadilhas que nos despertam sentimentos doentios, que podem chegar a nos adoecer fisicamente. A saúde na arte de se relacionar é real quando nos sentimos bem na relação e permitimos que o outro também vivencie esse bem estar. Segundo Leila Navarro, "nos relacionamentos, devemos dar aquilo que gostaríamos de receber do outro." Desta forma, harmonizamos nossa capacidade de dialogar, compreender e respeitar as características do indivíduo com quem nos relacionamos.

Criando expectativas, algo perigoso!

É muito comum gerarmos expectativas, principalmente, em novos relacionamentos. Iniciamos uma relação idealizando o que desejamos que ela seja. O que não lembramos, é que o outro não tem como adivinhar o que queremos viver nessa relação; e acabamos nos frustando. Nosso parceiro ou parceira conseguirá nos entregar o que tiver dentro de si, e por mais que nós também nos esforcemos, só conseguiremos retribuir o que nos estiver ao alcance. Crenças, padrões, comportamentos, experiências, valores, entre outros aspectos, estarão nessa entrega.

A vibração no relacionamento

Deepak Chopra nos diz que "seja qual for o relacionamento que você atraiu para dentro de sua vida, numa determinada época, ele foi aquilo de que você precisava naquele momento". Você acredita nisso? Bem, atraímos vibracionalmente o que estamos sintonizando no momento. Então, nossos relacionamentos também sofrerão a influência de nossa energia ou frequência, acredite! E isto é algo importante para refletirmos, pois, sustentar um relacionamento saudável requer comprometimento, dedicação, cumplicidade e respeito.

Criando uma sintonia

Por meio de algumas ações, podemos nos relacionar com mais harmonia, criando um ambiente saudável e mais feliz:
  • Faça-se entender: permita-se ser claro em seu diálogo e certifique-se da compreensão alheia;
  • Exercite a paciência: compreenda que cada um é o que é, e não nos cabe transformá-lo. O entendimento da individualidade nos traz paciência para aceitar ao outro;
  • Seja melhor ouvinte: ouça com a alma, dando atenção e importância à fala do outro, olhe em seus olhos;
  • Pratique a empatia: compreenda a visão de mundo e o contexto no todo das pessoas com quem se relaciona, isto gerará mais confiança entre vocês;
  • Seja colaborativo: seja útil sem usar da imposição, pois, em relações saudáveis existe uma troca benéfica para todos;
  • Elogie o outro: pessoas com elevada autoestima tendem a desenvolver bons relacionamentos;
  • Manifeste a harmonia: procure se harmonizar e elevar suas vibrações e energias, criando um ambiente saudável e agradável em que esteja inserido.
Lembre-se que não precisamos nos sacrificar para mantermos relacionamentos duradouros e felizes. Estes se formam a partir do nosso bom senso e desejo sincero de cuidar de quem amamos, com respeito a nós mesmos e ao outro. A reconstrução diária da relação é baseada na liberdade de escolha de cada um e no interesse em comum de vivenciar uma caminhada juntos; permitindo que cada qual cresça em suas manifestações transformadoras.

Atendimento em Florianópolis,
São José e região.

Fico feliz que tenha chego até aqui. Entre em contato se quiser saber mais ou se acredita que posso ajudar você ou alguma pessoa querida.

Você se permite ser?

Hoje quando você acordou, o que fez ao abrir os seus olhos? Deu-se um tempo para refletir sobre algum sonho que teve?  Parou alguns instantes para planejar, mentalmente, o seu dia? Ainda deitado, enquanto começava…

Os sentimentos que permeiam as festas de fim de ano

Mais um ano está indo embora. É neste momento que normalmente, aproveitamos para fazer uma análise sobre tudo o que realizamos ou deixamos para o novo ano que está chegando. Podemos fazer uma lista mental…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *