Como lidar com a ansiedade nossa de cada dia?

A esse sentimento ou sensação que nos invade, a qualquer momento, trazendo-nos pensamentos recorrentes e aflitivos, além de sintomas físicos como dores de barriga, suor, dor de cabeça, tremores entre outros, chamamos ansiedade.

Até certo ponto sabemos que a ansiedade é saudável ao Ser, pois, ela nos permite ficar mais atentos ao que acontece em nosso meio.  No entanto, extrapolar a esse limite salutar é mais comum do que imaginamos. Então, rapidamente, o que seria motivo de impulso, motivação e também, cautela, nos coloca numa situação de aflição, medo e preocupação demasiada.

Acomete-nos por conta de compromissos como: eventos, reuniões profissionais, provas escolares, concursos, viagens e até mesmo pequenas situações, em que nos sintamos expostos ou impelidos a tomarmos decisões. Pensamentos repetitivos que nos aprisionam ao passado ou ao futuro também nos deixam ansiosos ao ponto de adoecermos.

Como nos sentimos

Posso dizer que é como se repentinamente fôssemos colocados no meio de um ambiente estressante, sendo obrigados a responder questões eliminatórias de uma prova decisiva para o nosso futuro. Bem, isto pode até parecer ser possível para o aluno preparado intelectualmente e emocionalmente, mas, não para o ansioso, que normalmente exige de si respostas perfeitas e rápidas.

O perfeccionismo pode acompanhar a pessoa ansiosa, deixando-a extremamente exigente. Para ela, as respostas que deverão ser dadas nunca serão boas o suficiente, o que gerará antecipadamente, um momento de stress e ansiedade.

Como lidar com a ansiedade

Compreender o processo que se instala em nosso íntimo no momento da ansiedade pode ser o primeiro passo para buscarmos a ajuda necessária.

Encontraremos diferentes recursos para tratarmos esse sentimento ou sensações que nos afligem. Desde yoga, meditação, florais, psicoterapias, reiki, entre outros, basta apenas que identifiquemos qual se encaixa melhor ao nosso perfil.

Essa busca pelo "remédio" para se tratar a ansiedade, é algo muito particular, que requer confiança e determinação da nossa parte como uma contrapartida nesse processo de transformação.

Mas, precisamos ter em mente que não há milagres. O esforço, a disciplina e a dedicação precisam nos acompanhar para que novos hábitos sejam adotados e consequentemente, possamos rever nosso modos operandi .

Precisamos analisar qual o gatilho desencadeia a situação de ansiedade que nos acomete e de que forma poderemos lidar melhor com essas situações, verdadeiras armadilhas.

Um novo olhar para as nossas emoções

Aprendemos a nos enxergar verdadeiramente como seres em evolução, por meio das experiências em nossa vida. Passamos, diversas vezes, por situações que nos estressam, adoecem e nos fazem pensar o por que de vivenciarmos ou agirmos de tal forma. E, a ansiedade quando negativa, nos vem como um sabotador que tenta nos impedir de agir, sendo as emoções que a desencadeiam as fontes que necessitamos tratar.

Acredito que a melhor forma de lidarmos com as nossas emoções, seja a que envolva o auto-amor e o auto-perdão. Termos um olhar mais fraterno para conosco que nos permita acessar nossa consciência universal, para entendermos quem realmente somos e o que buscamos nesta existência. Gostaria que pudêssemos nos abraçar mais, acolhendo nossas fragilidades como impulsos para a nossa transformação. Acolha seus sentimentos e busque tratá-los, principalmente, antes que a doença física apareça, como um grito de socorro.

Atendimento em Florianópolis,
São José e região.

Fico feliz que tenha chego até aqui. Entre em contato se quiser saber mais ou se acredita que posso ajudar você ou alguma pessoa querida.

Como anda o seu sentimento de pertencimento? Sente-se inteiro no espaço que convive?

Pertencer a um espaço, a uma comunidade, a um ambiente com suas culturas e hábitos, é algo primordial para o indivíduo se tornar mais confiante e seguro em suas ações. E, muito mais que isto,…

A angústia existencial pode vir como um alerta

Há momentos em nossa caminhada que nos deparamos com um vazio inexplicável. As coisas em nossa volta até podem estar harmônicas, no entanto, bem no fundo de nossa alma, algo acontece, ou melhor, deixa de…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *